Já vi esse filme antes,

cinderela 1
Este fim de semana fui ao cinema assistir Cinderela-um Conto de Grimm , que teve algumas versões para o cinema. Esta última de Disney com a direção de Kenneth Branagh mostra que a imaginação pode ser mais real que a própria realidade .
Esta fábula não é simplesmente um Conto de Fadas(madrinhas)…é um retrato da vida!
Nele vemos o amor verdadeiro ,na figura de Cinderela , primeiro pelos pais e depois pelo príncipe, ela o ama sem interesses.
Vemos a maldade, o interesse , a inveja nas figuras da Madrasta e das irmãs.
cinderella-movie-2015-screenshot-stepsisters-drizella-and-anastasia
Têm a figura do que se faz de amigo (imediato do Rei ) mas trama pelas costas do príncipe.
Vemos a magia na figura da Fada madrinha , e os espíritos amigos nas figuras dos ratinhos.
Eles ajudam a realização dos sonhos, porque eles são merecidos.
cinderela-ratinhos
E nesse cenário assistimos cenas da vida real , a madrasta e as filhas invejosas tramam e fazem tudo o que podem para ocupar o lugar de Cinderela.Querem o status dela a qualquer custo.
Mas não percebem que não têm qualidades necessárias para viverem num castelo.
É assim mesmo , na vida real existem muitas Cinderelas que por um tempo são vítimas de madrastas e rivais que querem ocupar seus lugares , mas a verdade e o Amor sempre vencem , e sua força é tão grande que acontecem verdadeiras transformações . Coisas *inexplicáveis* acontecem , como uma carruagem virar uma abóbora , e ficam sem *explicações* para aqueles que jamais compreenderão que a verdadeira história não pode ser reescrita.
cinderela-novo-trailer
Quando, numa das cenas finais ouvimos Cinderela dizer á elas: -eu as perdoo….( e só ),
nos dá a certeza que devemos ser bons , mas não bobos.
E a figura do sapatinho é a prova que cada pessoa têm um tamanho único , que é só seu. Ninguém o *calçará*
sapatinho

Deixe uma resposta