Onde é o Paraíso ?

praia-paraiso-ilha-wallpaper-16607
Todos nós sonhamos com o paraíso, e se possível queremos encontra-lo aqui na Terra.
Cada um imagina, sonha e cria o seu próprio. Para uns é uma praia deserta, para outros uma casa no campo.Mas em todos têm que existir a Paz e a presença do Amor.
Por causa das nossas imperfeições ainda não somos capazes de tê-lo em nossas vidas por completo.
Não há Paraíso em corações cheios de raiva, mágoa, ressentimento, orgulho e egoísmo.
A Sabedoria Divina nos dá amostras dele através de dias, meses, momentos que nos dão a perfeita sensação do que é estar nele, mas só conseguiremos viver eternamente nele quando nos tornarmos pessoas que abençoam mais do que praguejam, sorriam mais do que lamentem, ofereçam mais do que pedem.
Tomar a decisão de buscar o Paraíso já é um grande passo, quem sabe conseguimos encontrá-lo enquanto ainda existir vida!
Sucesso á Todos nessa busca !

De Meryl , de mim ou de você,

Acho que a maturidade traz esse sentimento desabafado pela talentosa e linda atriz Meryl Streep.
Talvez por isso se encaixa em algum momento da vida de uma mulher madura.
Meryl-Streep_l

“Já não tenho paciência para algumas coisas, não porque me tenha tornado arrogante, mas simplesmente porque cheguei a um ponto da minha vida em que não me apetece perder mais tempo com aquilo que me desagrada ou fere. Já não tenho pachorra para cinismo, críticas em excesso e exigências de qualquer natureza. Perdi a vontade de agradar a quem não agrado, de amar quem não me ama, de sorrir para quem quer retirar-me o sorriso. Já não dedico um minuto que seja a quem me mente ou quer manipular. Decidi não conviver mais com pretencionismo, hipocrisia, desonestidade e elogios baratos. Já não consigo tolerar eruditismo seletivo e altivez acadêmica. Não compactuo mais com bairrismo ou coscuvilhice. Não suporto conflitos e comparações. Acredito num mundo de opostos e por isso evito pessoas de carácter rígido e inflexível. Na Amizade desagrada-me a falta de lealdade e a traição. Não lido nada bem com quem não sabe elogiar ou incentivar. Os exageros aborrecem-me e tenho dificuldade em aceitar quem não gosta de animais.
E acima de tudo já não tenho paciência nenhuma para quem não merece a minha paciência. Meryl Streep

Deixar de herança,

10 coisas simples que podem mudar completamente o futuro dos seus filhos >
Todas essas coisas são simples e fáceis de se proporcionar ás crianças, nenhuma é mais ou menos importante, todas são hábitos que darão á criança tranquilidade , segurança , consciência ecológica e de cidadania , cultura e outras coisas que farão elas crescerem felizes e saudáveis.
1. Livros
livro
2. Separar o Lixo
Coleta-Seletiva-2
3. Um Professor á quem admirar
professor2
4. Um Amigo
ninos_amigos
5. Tempo com o pai
Amizade-Pais-Filhos
6. Aprender um instrumento Musical
images (1)
7. Conhecer / explorar a cidade onde mora
pagina3x
8. Ter um animal de estimação
Dicas-Aprenda-a-escolher-o-animal-de-estimação-certo-para-você
9. Fazer caminhadas
family-walk1
10. Passar um tempo á sós com os avós
riokids-diadosavos201410

Sobre contar e amar !

Em algumas famílias a hora de dormir é um momento confuso, quase sempre as crianças resistem pois não querem parar de brincar e nem se afastar dos pais.
Contar estórias para as crianças nesse momento as ajudam á acalmar e relaxar.
Além disso ,algumas pedagogias orientam pais que leiam estórias ou contos de fadas pois eles têm na sua essência morais que ensinam e estabelecem valores.
As crianças se identificam com os personagens e aprendem a compreender-se e
aceitar-se.
Os contos de Grimm e Andersen são excelentes , mas existem milhares de outros escritores que ajudam nessa terapia tão simples e salutar .
foto (2)
Adivinha Quanto Eu Te Amo é um livro infantil escrito por Sam McBratney e ilustrado por Anita Jeram, publicado em 1994 noReino Unido, e em 1996 no Brasil.
Era uma vez , ou….
Era hora de ir para a cama e o coelhinho se agarrou firme nas longas orelhas do coelho pai.
Depois de ter certeza de que o papai coelho estava ouvindo, o coelhinho disse: Adivinha o quanto eu te amo!
Ah, acho que isso eu não consigo adivinhar. – Respondeu o coelho pai.
2
Tudo isto. – Disse o coelhinho, esticando os braços o mais que podia.
Só que o coelho pai tinha os braços mais compridos, e disse: E eu te amo tudo isto!
Hum,isso é um bocado, pensou o coelhinho.
Eu te amo toda a minha a altura. – Disse o coelhinho.
E eu te amo toda a minha altura. – Disse o coelho pai.
Puxa,isso é bem alto, pensou o coelhinho. Eu queria ter braços compridos assim.
Então o coelhinho teve uma boa ideia. Ele se virou de ponta-cabeça apoiando as patinhas na árvore, e gritou: Eu te amo até as pontas dos dedos dos meus pés, papai!
E eu te amo até as pontas dos dedos dos teus pés. – Disse o coelho pai balançando o filho no ar.
Eu te amo toda a altura do meu pulo! – Riu o coelhinho saltando de um lado para outro.
E eu te amo toda a altura do meu pulo. – Riu também o coelho pai, e saltou tão alto que suas orelhas tocaram os galhos da árvore.
Isso é que é saltar! – Pensou o coelhinho. Bem que eu gostaria de pular assim.
Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio. – Gritou o coelhinho.
Eu te amo até depois do rio, até as colinas. – Disse o coelho pai.
É uma bela distância, pensou o coelhinho. Mas, àquela altura já estava sonolento demais para continuar pensando.
Então, ele olhou para além das copas das árvores, para a imensa escuridão da noite e concluiu:Nada podia ser maior que o céu.
Eu te amo até a lua! – Disse ele, e fechou os olhos.
Puxa, isso é longe – falou o papai coelho – longe mesmo!
O coelho pai deitou o coelhinho na sua caminha de folhas, inclinou-se e lhe deu um beijo de boa-noite.
Depois, deitou-se ao lado do filho e sussurrou sorrindo: Eu te amo até a lua… Ida e volta!
untitled
* * *

Babies

Parabéns á você que recebeu uma benção enroladinha , ela vai te ensinar as lições mais incríveis e difíceis dessa vida. Por ela você vai dar o seu sangue, sua pele e ainda assim se sentir feliz!