Que trazes prá mim ?

original (4)

Idéias simples e fáceis de fazer.
Enfeitam a mesa , a casa ,e as crianças vão adorar participar dessa arte.
No domingo saiam com alguns e deixe seus filhos entregarem para as crianças que encontrarem , na rua , de preferência.
Vivenciar as épocas com elas ,e ensiná-las a compartilhar, as fará felizes e generosas.
original
original (1)
original (2)
BOA PÁSCOA!!!
closeup-coelhos-de-pascoa_19-98692

Faça-as sorrir,

feliz

“Contemplar a face de uma criança contente é como se o Céu cantasse para a ternura da gente ”

Esta frase está gravada na minha Alma ,
ela foi escrita por uma Madre do colégio no meu diário,
e eu tinha ela escrita num mural do Atelier.
desejo-para-voce-alegria
cri2

cri3cri1

Brinquedos prá educar,

Brinquedos-e-jogos-educativos1-850x400
O nome já diz á que vêm -Brinquedos Educativos.
Quem hoje em dia se preocupa com isso ? Quais os pais que saem a procura desesperada por um brinquedo educativo?
Difícil de ver , nao? Mais comum é ver mães se engalfinhando pelas bonecas , pelos jogos, pelas manias vendidas pela televisão.
Sinceramente? eu acredito que nessa vida corrida as pessoas não param prá pensar naquilo que faz bem ás crianças, elas simplesmente dão aquilo que seus filhos pedem.
Acho uma pena que o mundo foi tirando das crianças o direito de brincar, de imaginar , de inventar brincadeiras.
As crianças já não pulam cordas, não soltam pipas. Andar de perna de pau então ? nem pensar.
Ahhh, dirão os mais moderninhos :- Isso é coisa do passado !
Pois eu digo , com o aval dos melhores pedagogos:
-As brincadeiras que estimulavam a criatividade, as vivências lúdicas como * brincar de casinha* , estimular a lateralidade com o jogo de queimada, e todas as brincadeiras de *antigamente*, quando não se tinha a prisão do computador, do Ipad , do Video Game , e até do celular , essas faziam as crianças viverem o seu mundo da imaginação onde era fortalecido o seu sentir.
As crianças que não brincam são frágeis.E os pais deveriam pensar em colocar a disposição delas brinquedos que *educam * . Educam não somente as maneiras, educam o sentir, o pensar , e o agir.
Existem muitos brinquedos maravilhosos á disposição , e pessoas incríveis que se dedicam á construí-los.
Esses aqui são uma pequena mostra do que sua criança pode ter. Garanto que ela vai adorar.
Aqui um painel com o tema Zoo, prá pendurar na parede do quarto.
foto 4
foto 3
Esse painel , também decora o quarto e permite que a garotinha mude a roupa , os acessórios e até o cabelo da sua boneca.
Tudo tem velcro, de fácil manuseio.
foto 1 (3)
foto 2
E existem até livros para os bebês manusearem sem rasgar, também com a liberdade de trocar as figuras de lugar e criar uma nova estória .
foto 5
A artista que faz esses brinquedos é a Márcia Carvalhaes.
Pedidos podem ser feitos para:
m_carvalhaes@ig.com.br
ou dúvidas comigo no :
solange@littleone.com.br

Deixar de herança,

10 coisas simples que podem mudar completamente o futuro dos seus filhos >
Todas essas coisas são simples e fáceis de se proporcionar ás crianças, nenhuma é mais ou menos importante, todas são hábitos que darão á criança tranquilidade , segurança , consciência ecológica e de cidadania , cultura e outras coisas que farão elas crescerem felizes e saudáveis.
1. Livros
livro
2. Separar o Lixo
Coleta-Seletiva-2
3. Um Professor á quem admirar
professor2
4. Um Amigo
ninos_amigos
5. Tempo com o pai
Amizade-Pais-Filhos
6. Aprender um instrumento Musical
images (1)
7. Conhecer / explorar a cidade onde mora
pagina3x
8. Ter um animal de estimação
Dicas-Aprenda-a-escolher-o-animal-de-estimação-certo-para-você
9. Fazer caminhadas
family-walk1
10. Passar um tempo á sós com os avós
riokids-diadosavos201410

Dia da Criança ,

Comportamento
O melhor presente que se pode dar á uma criança é o seu tempo e sua atenção .
Uma pesquisa foi feita com um grupo de crianças, entre 4 e 8 anos nos Estados Unidos por profissionais de educação e psicologia. O pedido foi uma definição do que é o amor.
Listo aqui algumas delas, que mostram que o amor é um sentimento puro, simples e fácil de ser encontrado e expressado ….claro que por Seres puros e simples como elas, as crianças .
crianc3a7a21

– Amor é quando minha mãe faz café para o meu pai e toma um gole antes para ter certeza que está do gosto dele (Danny, 6 anos)
20264037

Amor é quando voce oferece suas batatinhas fritas sem esperar que a pessoa te ofereça as batatinhas dela.“ Chrissy, 6 anos.
sem326_03

“Amor é quando voce fala pra alguém alguma coisa ruim sobre voce e pensa que talvez essa pessoa não ame mais voce por causa disso ai voce descobre que ela continua te amando e até te ama mais ainda. “ Samantha, 7 anos.
376981_255510161182494_168545346545643_652015_1112522810_n_large

E prá fechar , essa exemplifica que além de saber o que é o Amor , elas sabem o que é ter Fé.
“Deus poderia ter dito palavras mágicas pros pregos caírem do crucifixo ,mas ele não disse, isso é amor.“ Max, 5 anos.
crianca-orandojpg11243062242pm

Bonecas de pano nunca saem de moda.

9780715338643
Qual criança não gosta de uma boneca de pano ? elas são macias , aconchegantes e maleáveis como um bebê.
Já fiz algumas bonecas de pano, e recentemente fiz um curso para aprender as elaboradas Bonecas Tildas .
Tilda é uma marca de artesanato fundada por Tone Finnanger em 1999. A quem eu classifico de imensamente generosa, pois ela compartilha com o mundo idéias , moldes e assim essa mania salutar está correndo pelo mundo.
Elas são denominadas pela própria designer de – Perfeitamente imperfeitas !
Publico aqui algumas das que já fiz .Espero que curtam !Mathilda 1
Fada 2-3
Mary
Gatilda
natal 1

A senha , por favor,

senhas-blogfalae

Lí numa matéria essa história , que acredito seja real , e divulgo pois achei a idéia além de simples , eficaz.
Aconteceu nos EUA . Um garotinho de 8 anos foi abordado por um estranho na saída da escola, o estranho disse que a mãe tinha pedido para busca-lo , pois ela estava atrasada.
O menino disse : OK , qual a senha ?
17ab520f1768acde44a69cb4877c7383
As pessoas ao redor olharam para o estranho e este se afastou rapidamente.
A mãe , prudente, havia criado uma senha para que o filho soubesse quando ela estava por trás de qualquer ordem.
Esse *segredo* pode evitar roubos, sequestros e outras violências cometidas contra as crianças.
A segurança pode estar numa palavra , num número ,numa frase .

A estranha

Recebi esse texto através de um Portal , quem postou foi uma Terapeuta Educacional , mas não havia o Autor.

crianca-roupas-baby1
Alguns anos depois que nasci, meu pai conheceu uma estranha, recém-chegada à nossa pequena cidade.
Desde o princípio, meu pai ficou fascinado com esta encantadora personagem e, em seguida, a convidou a viver com nossa família.
A estranha aceitou e, desde então, tem estado conosco.
Enquanto eu crescia, nunca perguntei sobre seu lugar em minha família; na minha mente jovem já tinha um lugar muito especial.
Meus pais eram instrutores complementares… minha mãe me ensinou o que era bom e o que era mau e meu pai me ensinou a obedecer.
Mas a estranha era nossa narradora.
Mantinha-nos enfeitiçados por horas com aventuras, mistérios e comédias.
Ela sempre tinha respostas para qualquer coisa que quiséssemos saber de política, história ou ciência.
Conhecia tudo do passado, do presente e até podia predizer o futuro!
Levou minha família ao primeiro jogo de futebol.
Fazia-me rir, e me fazia chorar.
A estranha nunca parava de falar, mas o meu pai não se importava.
Às vezes, minha mãe se levantava cedo e calada,e ia só à cozinha para ter paz e tranquilidade. Pois nós já estávamos com * a estranha*
(Agora me pergunto se ela teria rezado alguma vez para que essa estranha fosse embora).
Meu pai dirigia nosso lar com certas convicções morais, mas a estranha nunca se sentia obrigada a honrá-las.
As blasfêmias, os palavrões, por exemplo, não eram permitidos em nossa casa… nem por parte nossa, nem de nossos amigos ou de qualquer um que nos visitasse.
Entretanto, nossa visitante de longo prazo usava sem problemas sua linguagem inapropriada que às vezes queimava meus ouvidos e que fazia meu pai se retorcer e minha mãe se ruborizar.
​Meu​ pai nunca nos deu permissão para tomar álcool. Mas a estranha nos animou a tentá-lo e a fazê-lo regularmente.
Fez com que o cigarro parecesse fresco e inofensivo, e que os charutos e os cachimbos fossem distinguidos.
Falava livremente (talvez demasiado) sobre sexo.
Seus comentários eram às vezes evidentes, outras sugestivos, e geralmente vergonhosos.
Agora sei que meus conceitos sobre relações foram influenciados fortemente durante minha adolescência pela estranha.
Repetidas vezes a criticaram, mas ela nunca fez caso aos valores de meus pais, mesmo assim, permaneceu em nosso lar.
Passaram-se mais de cinquenta anos desde que a estranha veio para nossa família.
Desde então mudou muito; já não é tão fascinante como era no princípio.
Não obstante, se hoje você pudesse entrar na guarida de meus pais, ainda a encontraria sentada em seu canto, esperando que alguém quisesse escutar suas conversas ou dedicar seu tempo livre a fazer-lhe companhia…
Seu nome?
Bom… nós a chamamos
TELEVISÃO.
Agora ela tem um esposo que se chama Computador e um filho que se chama Celular.
erros-que-os-pais-cometem-na-hora-de-distrair-as-criancas-1316219261658_615x300
Em 1988 , portanto há 26 anos atrás quando meu filho entrou na Escola Waldorf começei á receber informações sobre os efeitos da Televisão na educação das crianças.
Nunca fui radical em nada. meu lema é o mesmo de Confúcio ” O melhor caminho é o do meio ” Por isso a televisão nunca foi proibida na minha casa, mas sim selecionada.
Me lembro uma vez ,meu filho estava com 5 p/ 6 anos , foi lançado um filme do Batmam , e ele queria assistir.
Eu argumentei que não era para sua idade e que ele não entenderia algumas coisas… ele me disse com muita graça:
– mamãe meu amigo já viu , e não tem nada de ruim, só aparece uma cabeça de *isquileto*.
Eu disse então que nem a cabeça de * isquileto* ele veria. Que quando crescesse poderia escolher o que assistir.
Nós vemos hoje a televisão sendo pais, babás e até mestres das crianças.
É muito confortável deixá-los entretidos com ela, pois precisa-se de muita disposição e saúde , principalmente mental para com as crianças.
Muitos pais não tem tempo , e para se livrarem da culpa , enchem-os de coisas dispensáveis.
Tomara que essa geração seja auto-educativa. Que sozinha encontre seus limites.
Porque só assim teremos mais equilíbrio no futuro.
As brincadeiras e jogos infantis fazem exatamente o oposto do que faz a televisão : Faz pensar.
Pense nisso !
1

O Jogo do Contente

polyanna
Pollyanna é uma comédia de Eleanor H. Porter, publicada em 1913 e é considerado um clássico da literatura infantojuvenil.
A estória que é uma lição de vida faz parte das minhas memórias favoritas.
Muita gente já ouviu alguém dizer ” jeito Pollyanna de ser “.
Pollyanna é uma menina orfã que vai morar com uma tia rica e severa.
Certa vez quando o pai ainda era vivo e eles tinham muitas dificuldades, ele resolve escrever pedindo doações á uma campanha de ajuda aos necessitados. Pollyanna então pede uma boneca, e quando chegam as doações , no meio delas vem um par de muletas. Ela chora e o pai pergunta porque. A menina diz :
– Eu choro porque pedi uma boneca e recebo um par de muletas.
O pai diz :- você deveria ficar contente por não precisar delas.
Ela desenvolve então uma brincadeira com o pai , o “Jogo do Contente “, que se baseia em ver o lado bom de todas as coisas.
livro
Quando o pai morre ela é encaminhada á um orfanato e depois aos cuidados da tia , que apesar de muito rica a coloca para dormir num sótão. O Quarto só têm uma cama , duas cadeiras , uma pequena mesa e uma cômoda.
As janelas não têm telas e por isso não podem ser abertas para que não entrem moscas….isso torna o ambiente quente como um forno.
Diante da decepção , a menina pensa :
Não têm nem um espelho aqui ….melhor ,assim não verei minhas sardas.
Não têm nenhum quadro nas paredes , tudo bem , olharei pela janela, as árvores, a torre da igreja serão uma linda paisagem .
Além disso sua tia impõe á ela uma rígida rotina ,e diz:
– “Às nove horas, todas as manhãs, você vai ler em voz alta para mim. Antes disso, você vai usar o seu tempo para arrumar o seu quarto. As quartas e sábados de manhã, depois das nove e meia, vai para a cozinha aprender a cozinhar com a Nancy. Nas outras manhãs, vai costurar comigo. Isto permite que você utilize as tardes para se dedicar à música. Vou procurar um professor para você ”
Pollyanna gritou, desanimada:
— Mas, tia Polly, a senhora não me deixou nenhum tempo para viver!
— Para viver, menina! O que você quer dizer? Como se você não estivesse vivendo o tempo todo!
— Lógico, eu respiro durante o tempo em que eu estiver fazendo estas coisas, tia Polly, mas não estarei vivendo. Também se respira enquanto se dorme, mas não estamos vivendo. Quero dizer, fazendo as coisas que eu gosto de fazer: brincar ao ar livre, ler para mim mesma, falar com Mr. Tom no jardim e com a Nancy, conhecer todas as casas e as pessoas que vivem nas lindas ruas por onde passei ontem.
É isto que eu chamo de viver, tia Polly. Só respirar não é viver!
Pollyanna procura em tudo e com todos *jogar* o seu *jogo* e acaba inclusive quebrado a dureza da tia, que têm um final feliz por influência da menina.

Sobre contar e amar !

Em algumas famílias a hora de dormir é um momento confuso, quase sempre as crianças resistem pois não querem parar de brincar e nem se afastar dos pais.
Contar estórias para as crianças nesse momento as ajudam á acalmar e relaxar.
Além disso ,algumas pedagogias orientam pais que leiam estórias ou contos de fadas pois eles têm na sua essência morais que ensinam e estabelecem valores.
As crianças se identificam com os personagens e aprendem a compreender-se e
aceitar-se.
Os contos de Grimm e Andersen são excelentes , mas existem milhares de outros escritores que ajudam nessa terapia tão simples e salutar .
foto (2)
Adivinha Quanto Eu Te Amo é um livro infantil escrito por Sam McBratney e ilustrado por Anita Jeram, publicado em 1994 noReino Unido, e em 1996 no Brasil.
Era uma vez , ou….
Era hora de ir para a cama e o coelhinho se agarrou firme nas longas orelhas do coelho pai.
Depois de ter certeza de que o papai coelho estava ouvindo, o coelhinho disse: Adivinha o quanto eu te amo!
Ah, acho que isso eu não consigo adivinhar. – Respondeu o coelho pai.
2
Tudo isto. – Disse o coelhinho, esticando os braços o mais que podia.
Só que o coelho pai tinha os braços mais compridos, e disse: E eu te amo tudo isto!
Hum,isso é um bocado, pensou o coelhinho.
Eu te amo toda a minha a altura. – Disse o coelhinho.
E eu te amo toda a minha altura. – Disse o coelho pai.
Puxa,isso é bem alto, pensou o coelhinho. Eu queria ter braços compridos assim.
Então o coelhinho teve uma boa ideia. Ele se virou de ponta-cabeça apoiando as patinhas na árvore, e gritou: Eu te amo até as pontas dos dedos dos meus pés, papai!
E eu te amo até as pontas dos dedos dos teus pés. – Disse o coelho pai balançando o filho no ar.
Eu te amo toda a altura do meu pulo! – Riu o coelhinho saltando de um lado para outro.
E eu te amo toda a altura do meu pulo. – Riu também o coelho pai, e saltou tão alto que suas orelhas tocaram os galhos da árvore.
Isso é que é saltar! – Pensou o coelhinho. Bem que eu gostaria de pular assim.
Eu te amo toda a estradinha daqui até o rio. – Gritou o coelhinho.
Eu te amo até depois do rio, até as colinas. – Disse o coelho pai.
É uma bela distância, pensou o coelhinho. Mas, àquela altura já estava sonolento demais para continuar pensando.
Então, ele olhou para além das copas das árvores, para a imensa escuridão da noite e concluiu:Nada podia ser maior que o céu.
Eu te amo até a lua! – Disse ele, e fechou os olhos.
Puxa, isso é longe – falou o papai coelho – longe mesmo!
O coelho pai deitou o coelhinho na sua caminha de folhas, inclinou-se e lhe deu um beijo de boa-noite.
Depois, deitou-se ao lado do filho e sussurrou sorrindo: Eu te amo até a lua… Ida e volta!
untitled
* * *